O ombro é a junção entre o tronco e o membro superior (braço). Geralmente, o membro superior não está envolvido na sustentação do peso do corpo, em consequência, sua estabilidade foi sacrificada para ganhar mais mobilidade.

Aqui você encontra informações importantes sobre dor no ombro. Também são explicadas as principais doenças do ombro. Quais são suas causas, sintomas, como é feito o diagnóstico e o tratamento das principais lesões.

Saiba mais sobre a lesão do manguito rotador, capsulite adesiva, tendinite calcária, artrose do ombro, luxação do ombro, entre outras.

Principais dores no ombro

A Dor no ombro é um problema mais comum do que imaginamos pois de todas as partes do corpo, o ombro é aquela que possui maior amplitude de movimento. Este “excesso” de movimentação pode levar a um desgaste precoce da articulação, a inflamação ou instabilidade do ombro.  Ocasionando dor e limitação de movimentação.  Leia mais

A Luxação no ombro  também conhecida como ombro deslocado, acontece mais frequentemente em indivíduos jovens e praticantes de atividade física. Deve ser tratada de forma adequada, para evitar sequelas e recidivas e possui múltiplas modalidades de tratamento.

O tratamento da luxação no ombro deve ser individualizado para cada paciente. Os fatores relevantes pata a tomada de decisão do ortopedista são: o número de luxações, a idade do paciente, a frouxidão de ligamentar e a presença de lesões ligamentares e ósseas.   Leia mais

Tendinopatia supraespinal

A tendinopatia é o processo degenerativo de um tendão. Na tendinopatia do supraespinal e do manguito rotador ocorrem alterações no número e na composição das fibras colágenas dos tendões, que diminuem a resistência e  a elasticidade dos tendões.

No ombro, o conjunto de tendões chamados de manguito rotador são formados pelos tendões supraespinal, infraespinal, subscapular e redondo menor. O tendão supraespinal  é o mais comumente acometido pela tendinopatia. Leia mais

Figura representando os tendões do manguito rotador

O tendão subescapular é o mais forte, largo e potente do manguito rotador. Atua no movimento de rotação interna do ombro e auxilia o tendão supraespinal no movimento de elevação. As roturas isoladas do tendão subescapular são raras, mas em até 60% dos reparos do manguito rotador, nós encontramos roturas do tendão subescapular. Leia mais

acrômio ombro

O acrômio é uma proeminência óssea da escápula, localizada na parte superior do ombro. No acrômio se prende o músculo deltóide. Abaixo do acrômio estão os tendões do manguito rotador. Leia mais

hill sachs bankart

A lesão de Hill-Sachs e a lesão de Bankart são alterações muito frequentemente encontradas nas pessoas com luxações do ombro. Após o primeiro episódio de uma luxação do ombro, cerca de 85% dos pacientes têm uma lesão de Hill-Sachs e nos casos de luxação recidivante este número pode chegar a 100%. Leia mais

dor no ombro

A capsulite adesiva ou ombro congelado é uma doença que acomete 2 a 5% da população geral. Ela ocorre mais comumente em mulheres entre 40 a 60 anos de idade e em 25% dos pacientes tem acometimento bilateral. Entretanto, apesar de ser uma doença comum, é frequentemente não diagnosticada. Muitos pacientes são tratados como portadores de tendinites e bursites do ombro e somente após várias avaliações médicas conseguem o diagnóstico correto. Para saber mais sobre ombro congelado, acesse a página sobre capsulite adesiva. Leia mais

ombro congelado

A capsulite adesiva ou ombro congelado é uma doença caracterizada por dor e perda progressiva da movimentação do ombro. É mais comum em pacientes com idade entre 40 a 60 anos e nas mulheres. Cerca de 2% da população terá um episódio de capsulite adesiva nos ombros. Nos pacientes diabéticos, este número pode chegar a 50%. Leia mais

rotura supraespinal

O manguito rotador é um conjunto de tendões do ombro. Ele recobre a cabeça do úmero, abaixo do músculo deltóide. Ele nos torna capazes de levantar objetos, rodar o braço, arremessar uma bola e realizar diversas atividades da vida diária com os membros superiores. O tendão supraespinal é responsável pelo movimento de elevação do ombro. Cerca de 80% das roturas do manguito rotador, envolvem o tendão supraespinal. Leia mais

A articulação acromioclavicular é aquela entre a região distal da clavícula e um processo ósseo da escápula chamado acrômio. É uma articulação incongruente, isto é, as superfícies de cartilagem dos dois ossos que compõem esta articulação não tem um encaixe perfeito. Leia mais

A dor no ombro e no pescoço é extremamente comum. Os pacientes com dor no ombro e no pescoço geralmente têm algum tipo de alteração na ergonomia do trabalho ou em suas atividades diárias. Pessoas que trabalham muitas horas na frente do computador ou em algumas posturas fixas por muitas horas estão sujeitas a episódios de dor nestes locais. Neste artigo, tentaremos esclarecer quais são as suas possíveis causas e seu tratamento. Leia mais

A artrose ou artropatia degenerativa acromioclavicular é uma das causas mais comuns de dor no ombro e acomete preferencialmente indivíduos dos 30 aos 50 anos de idade normalmente associada com atividades esportivas ou profissionais que exigem elevação dos membros superiores acima do nível da cabeça como esportes de arremesso, natação e musculação. Leia mais

A artropatia do manguito rotador é a artrose do ombro causada por lesões grandes ou extensas do manguito rotador e ocorre principalmente em pacientes acima dos 65 anos de idade.  O desgaste da cartilagem, que recobre os ossos da articulação do ombro, ocorre anos ou décadas após os primeiros sintomas das roturas do manguito rotador. Leia mais

A diabetes é um problema de saúde mundial, estima-se que atualmente 250 milhões de pessoas tenha diabetes. Em 2030, teremos 360 milhões de diabéticos. O número crescente de pessoas é atribuído ao envelhecimento populacional e, principalmente, ao estilo de vida atual, caracterizado por inatividade física e hábitos alimentares que predispõem ao acúmulo de gordura corporal. No Brasil, temos 10 milhões de diabéticos. Leia mais

O envelhecimento da população é um fenômeno mundial. No Brasil, atualmente 11% das pessoas têm 60 anos ou mais. Em 2050, os idosos representarão um terço da população brasileira. Os idosos são responsáveis em torno de 40% das consultas médicas e metade das internações hospitalares. Portanto, é inevitável uma preocupação especial com as pessoas dessa faixa etária, pois elas são portadoras da maior parte das enfermidades. Leia mais

Muitos pacientes com dor no ombro por tendinite do manguito rotador,  lesão SLAP, tendinite do bíceps ou lesão do manguito rotador  possuem contratura do músculo peitoral menor e da cápsula posterior do ombro. Portanto, o alongamento destas estruturas do ombro são importantes no tratamento destas lesões. Leia mais

Como especialista em ombro vejo um aumento das pessoas que tem dúvidas sobre o manguito rotador, que na realidade é o conjunto de 4 tendões com seus respectivos músculos que se localizam no ombro e envolvem a cabeça do úmero. Os tendões são: tendão supraespinal, infraespinal, subescapular e redondo menor. Esses tendões são importantes na boa mobilidade do ombro. É o manguito rotador que nos permitem levantar objetos, rodar o braço, arremessar uma bola e realizar diversas atividades da vida diária com os membros superiores. A lesão do manguito rotador é a causa mais comum de dor no ombro. Leia mais

As lesões SLAP  são aquelas que ocorrem no lábio superior da glenóide. A superfície articular da escápula (glenóide) articula com a cabeça do úmero formando a articulação do ombro. O lábio é uma estrutura que circunda a superfície articular da glenóide aumentando a área e a estabilidade do ombro, evitando que ele luxe com a movimentação. Leia mais

A tendinite ou tendinopatia é o processo degenerativo/inflamatório de um tendão. No ombro, o conjunto de tendões chamado manguito rotador formado pelos tendões supraespinal, infraespinal, subscapular e redondo menor é o mais comumente acometido. A bursa é uma “bolsa” que recobre os tendões facilitando seu deslizamento. A bursite é a inflamação da bursa. Ela é considerada a causa mais comum de dor nos ombros por muitas pessoas, mas este conceito não está correto. Na verdade, a tendinopatia do manguito rotador é o principal problema. A bursa por contiguidade pode também estar inflamada. Leia mais

A luxação acromioclavicular é uma lesão comum na prática esportiva. Ela ocorre em praticantes de ciclismo, judô e futebol. Os pacientes apresentam dor e inchaço na região superior do ombro. O tratamento pode ser clínico com tipoia e fisioterapia para os casos mais leves. Entretanto, nos casos mais graves, como a luxação acromioclavicular grau 5, o tratamento deve ser cirúrgico. Leia mais

É uma doença que acomete o ombro caracterizada por dor, especialmente a noite e perda progressiva da movimentação. Ocorre mais frequentemente em mulheres. A faixa etária mais acometida é dos 40 aos 60 anos de idade.  A capsulite ocorre por fatores genéticos e metabólicos, mal compreendidos atualmente.  É mais comum em diabéticos e pacientes com alterações do funcionamento da tireoide. Mas, felizmente é uma doença autolimitada, isto é, têm cura mesmo sem tratamento. Leia mais

É uma tendinite que caracteriza-se por depósitos de cristais de cálcio no interior dos tendões do ombro. É mais comum em mulheres e pessoas acima de 40 anos de idade. As causas da formação destes depósitos de cálcio são desconhecidas, não estão relacionadas a atividade do paciente, alimentação ou acidentes prévios. Leia mais

A osteoartrose ou osteoartrite do ombro é uma doença caracterizada por um desgaste da cartilagem que recobre os ossos da cabeça do úmero e da glenoide (escápula). Uma articulação para ter uma movimentação adequada e sem dor precisa ter suas superfícies recobertas de cartilagem saudáveis, lisas e bem lubrificadas. Na artrose do ombro ocorre um desgaste da cartilagem causando dor e diminuição da movimentação. A artrose do ombro é muito menos frequente que a artrose do joelho ou quadril. Leia mais

O músculo bíceps está na região anterior (frente) do braço. Ele é responsável por dobrar o cotovelo e girar o antebraço, colocando a palma da mão para cima.  O músculo bíceps é formado por duas porções: a cabeça curta e a cabeça longa do bíceps. Lesões da cabeça curta são extremamente raras, mas o acometimento da cabeça longa é frequente, sendo causa comum de dor no ombro. Frequentemente os distúrbios do bíceps estão associados a lesões do manguito rotador. Leia mais

A clavícula na sua porção mais lateral juntamente com a escápula forma a articulação acromioclavicular. Esta articulação é protegida por fortes ligamentos e tem pouca movimentação. Quando submetida a esforços repetitivos e com muita carga pode desenvolver a osteólise da clavícula distal. Comum em praticantes de musculação e atletas de arremesso de peso, halterofilismo ou rugby. Pode ser encontrada também em pacientes que realizam atividades profissionais que exijam esforços repetitivos com os ombros. Leia mais

A articulação esternoclavicular conecta a clavícula ao tronco. É formada pela extremidade proximal da clavícula e o esterno. Esta articulação possui pouca estabilidade óssea e depende dos fortes ligamentos que a circundam para permanecer estável. Leia mais