Posts

Principais dores no ombro

A Dor no ombro é um problema mais comum do que imaginamos pois de todas as partes do corpo, o ombro é aquela que possui maior amplitude de movimento. Este “excesso” de movimentação pode levar a um desgaste precoce da articulação, a inflamação ou instabilidade do ombro.  Ocasionando dor e limitação de movimentação.  Leia mais

A Luxação no ombro  também conhecida como ombro deslocado, acontece mais frequentemente em indivíduos jovens e praticantes de atividade física. Deve ser tratada de forma adequada, para evitar sequelas e recidivas e possui múltiplas modalidades de tratamento.

O tratamento da luxação no ombro deve ser individualizado para cada paciente. Os fatores relevantes pata a tomada de decisão do ortopedista são: o número de luxações, a idade do paciente, a frouxidão de ligamentar e a presença de lesões ligamentares e ósseas.   Leia mais

acrômio ombro

O acrômio é uma proeminência óssea da escápula, localizada na parte superior do ombro. No acrômio se prende o músculo deltóide. Abaixo do acrômio estão os tendões do manguito rotador. Leia mais

A articulação acromioclavicular é aquela entre a região distal da clavícula e um processo ósseo da escápula chamado acrômio. É uma articulação incongruente, isto é, as superfícies de cartilagem dos dois ossos que compõem esta articulação não tem um encaixe perfeito. Leia mais

A dor no ombro e no pescoço é extremamente comum. Os pacientes com dor no ombro e no pescoço geralmente têm algum tipo de alteração na ergonomia do trabalho ou em suas atividades diárias. Pessoas que trabalham muitas horas na frente do computador ou em algumas posturas fixas por muitas horas estão sujeitas a episódios de dor nestes locais. Neste artigo, tentaremos esclarecer quais são as suas possíveis causas e seu tratamento. Leia mais

A artrose ou artropatia degenerativa acromioclavicular é uma das causas mais comuns de dor no ombro e acomete preferencialmente indivíduos dos 30 aos 50 anos de idade normalmente associada com atividades esportivas ou profissionais que exigem elevação dos membros superiores acima do nível da cabeça como esportes de arremesso, natação e musculação. Leia mais

A artropatia do manguito rotador é a artrose do ombro causada por lesões grandes ou extensas do manguito rotador e ocorre principalmente em pacientes acima dos 65 anos de idade.  O desgaste da cartilagem, que recobre os ossos da articulação do ombro, ocorre anos ou décadas após os primeiros sintomas das roturas do manguito rotador. Leia mais

A diabetes é um problema de saúde mundial, estima-se que atualmente 250 milhões de pessoas tenha diabetes. Em 2030, teremos 360 milhões de diabéticos. O número crescente de pessoas é atribuído ao envelhecimento populacional e, principalmente, ao estilo de vida atual, caracterizado por inatividade física e hábitos alimentares que predispõem ao acúmulo de gordura corporal. No Brasil, temos 10 milhões de diabéticos. Leia mais

O número de brasileiros que pratica tênis cresceu, consistentemente, após o título de Gustavo Kuerten, no torneio de Roland Garros, em 1997. Atualmente cerca de 2 milhões de brasileiros jogam tênis, segundo dados da Confederação Brasileira de Tênis. Leia mais

O envelhecimento da população é um fenômeno mundial. No Brasil, atualmente 11% das pessoas têm 60 anos ou mais. Em 2050, os idosos representarão um terço da população brasileira. Os idosos são responsáveis em torno de 40% das consultas médicas e metade das internações hospitalares. Portanto, é inevitável uma preocupação especial com as pessoas dessa faixa etária, pois elas são portadoras da maior parte das enfermidades. Leia mais

Como especialista em ombro vejo um aumento das pessoas que tem dúvidas sobre o manguito rotador, que na realidade é o conjunto de 4 tendões com seus respectivos músculos que se localizam no ombro e envolvem a cabeça do úmero. Os tendões são: tendão supraespinal, infraespinal, subescapular e redondo menor. Esses tendões são importantes na boa mobilidade do ombro. É o manguito rotador que nos permitem levantar objetos, rodar o braço, arremessar uma bola e realizar diversas atividades da vida diária com os membros superiores. A lesão do manguito rotador é a causa mais comum de dor no ombro. Leia mais

As lesões SLAP  são aquelas que ocorrem no lábio superior da glenóide. A superfície articular da escápula (glenóide) articula com a cabeça do úmero formando a articulação do ombro. O lábio é uma estrutura que circunda a superfície articular da glenóide aumentando a área e a estabilidade do ombro, evitando que ele luxe com a movimentação. Leia mais

A tendinite ou tendinopatia é o processo degenerativo/inflamatório de um tendão. No ombro, o conjunto de tendões chamado manguito rotador formado pelos tendões supraespinal, infraespinal, subscapular e redondo menor é o mais comumente acometido. A bursa é uma “bolsa” que recobre os tendões facilitando seu deslizamento. A bursite é a inflamação da bursa. Ela é considerada a causa mais comum de dor nos ombros por muitas pessoas, mas este conceito não está correto. Na verdade, a tendinopatia do manguito rotador é o principal problema. A bursa por contiguidade pode também estar inflamada. Leia mais

É uma tendinite que caracteriza-se por depósitos de cristais de cálcio no interior dos tendões do ombro. É mais comum em mulheres e pessoas acima de 40 anos de idade. As causas da formação destes depósitos de cálcio são desconhecidas, não estão relacionadas a atividade do paciente, alimentação ou acidentes prévios. Leia mais

O surf é praticado no Brasil há aproximadamente 60 anos. No início, era praticado por um pequeno grupo de jovens nas praias do litoral carioca ou paulista. Entretanto, o esporte ganhou muitos adeptos. Leia mais

A osteoartrose ou osteoartrite do ombro é uma doença caracterizada por um desgaste da cartilagem que recobre os ossos da cabeça do úmero e da glenoide (escápula). Uma articulação para ter uma movimentação adequada e sem dor precisa ter suas superfícies recobertas de cartilagem saudáveis, lisas e bem lubrificadas. Na artrose do ombro ocorre um desgaste da cartilagem causando dor e diminuição da movimentação. A artrose do ombro é muito menos frequente que a artrose do joelho ou quadril. Leia mais

As fraturas da região proximal (ombro) do úmero são muito frequentes e apresentam aumento da incidência nos últimos anos. É muito comum em dois grupos de pacientes, homens jovens e mulheres idosas. No primeiro grupo está relacionada a acidentes no trânsito e no esporte.  No segundo está associada a osteoporose e quedas da própria altura. Leia mais

O voleibol ou vôlei é um dos esportes mais populares do mundo. No Brasil, estima-se que sejam 15 milhões de praticantes. Temos diversos títulos mundiais na quadra e na areia. O Brasil obteve medalhas de ouro no vôlei de praia e de quadra masculinos na Olimpíada do Rio 2016. Quatro anos antes fomos campeões olímpicos no vôlei de quadra feminino. Leia mais

O músculo bíceps está na região anterior (frente) do braço. Ele é responsável por dobrar o cotovelo e girar o antebraço, colocando a palma da mão para cima.  O músculo bíceps é formado por duas porções: a cabeça curta e a cabeça longa do bíceps. Lesões da cabeça curta são extremamente raras, mas o acometimento da cabeça longa é frequente, sendo causa comum de dor no ombro. Frequentemente os distúrbios do bíceps estão associados a lesões do manguito rotador. Leia mais

A clavícula na sua porção mais lateral juntamente com a escápula forma a articulação acromioclavicular. Esta articulação é protegida por fortes ligamentos e tem pouca movimentação. Quando submetida a esforços repetitivos e com muita carga pode desenvolver a osteólise da clavícula distal. Comum em praticantes de musculação e atletas de arremesso de peso, halterofilismo ou rugby. Pode ser encontrada também em pacientes que realizam atividades profissionais que exijam esforços repetitivos com os ombros. Leia mais

A atividade física, especialmente os exercícios de musculação, tem apresentado tendência crescente no número de praticantes. Entre os anos 2006 e 2014 houve um aumento de 50% no número de pessoas que praticam musculação no Brasil, totalizando aproximadamente 7 milhões de praticantes. Consequentemente, vemos um grande número de lesões no ombro secundárias a musculação. Leia mais

O CrossFit é o método de treinamento que mais ganha adeptos no mundo atualmente. É um programa de atividade física que utiliza força, velocidade, concentração, flexibilidade e condicionamento cardiorespiratório em movimentos funcionais e feitos em alta intensidade. Leia mais

O número de pessoas que utiliza a bicicleta para lazer, meio de transporte ou atividade esportiva cresceu de maneira constante nos últimos anos. O número de ciclistas aumentou 50% entre os anos de 2013 e 2014.  As ciclovias e ciclofaixas proliferaram  nas grandes cidades. Na cidade de São Paulo, segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) serão entregues 400 Km de ciclovias no ano de 2016. Leia mais

A natação é uma atividade física excelente para perder calorias e ganhar condicionamento físico. Cerca de 90% da força de propulsão durante o nado é realizada pelo ombro e sua musculatura adjacente. Dor no ombro é a queixa ortopédica mais frequente nos nadadores, afetando 75% destes atletas. Um atleta profissional chega a nadar 60 Km por semana, realizando cerca de 30000 braçadas. Leia mais