Comum e tratável, a dor no ombro pode afetar qualquer pessoa. A maioria das pessoas acha que os problemas nas articulações estão limitados a atletas profissionais ou pessoas mais velhas. Mas quando se trata do ombro, todo mundo pode estar em risco.

Quase todas as pessoas vão experimentar algum tipo de problema no ombro durante a vida.

Os ombros são as articulações mais comumente lesionadas no corpo. A anatomia única e complexa do ombro torna esta articulação com a maior amplitude de movimento, mas com menor estabilidade do corpo humano. Assim, é mais suscetível a lesões por esforços repetitivos e desgaste precoce do que outras articulações.

Lesões no ombro são altamente tratáveis se forem diagnosticadas cedo

O elemento-chave do tratamento eficaz das lesões do ombro é o diagnóstico precoce e correto.

Muitas vezes, essas lesões podem ser resolvidas sem cirurgia. O objetivo, para a maioria das lesões do ombro, é diminuir a inflamação, aliviar a dor, fortalecer os músculos e melhorar a amplitude de movimento.

Quanto mais cedo você procurar um médico ortopedista, as terapias mais conservadoras – como fisioterapia e medicamentos anti-inflamatórios podem ajudar.

sempre procure um médico ortopedista o quanto antes

sempre procure um médico ortopedista o quanto antes

No entanto, pessoas com dor no ombro, muitas vezes, evitam procurar atendimento médico imediato.

É comum ver pessoas com lesões em estágio mais avançado nos ombros do que com as lesões no joelho ou no quadril. Talvez porque as lesões nos ombros não afeta muito a mobilidade das pessoas.

Importante salientar que ignorar a dor não a fará desaparecer. Na verdade, quanto mais você esperar para procurar um tratamento, a lesão pode piorar e se tornar menos suscetível a tratamentos não cirúrgicos.

O problema é frequentemente o manguito rotador

Tendinite ou lesão do manguito rotador é a causa mais comum de dor no ombro e incapacidade entre adultos.

Se você disser que seu ombro está doendo, alguém provavelmente dirá que pode ser o seu manguito rotador. Infelizmente na maioria das vezes o diagnóstico é exatamente esse.

Outras causas comuns de dor no ombro incluem a osteoartrite, tendinite calcária, capsulite adesiva, instabilidade do ombro ou uma lesão SLAP.

O manguito rotador é composto de quatro pequenos músculos e tendões com origem na escápula. Seu trabalho é estabilizar o ombro. A ruptura do manguito rotador pode acontecer de repente, devido a uma queda ou acidente, ou pode se desenvolver com o passar do tempo devido a movimentos repetitivos e uso excessivo.

Estrutura anatômica do manguito rotador

Uma ruptura do manguito rotador enfraquece o ombro e torna difícil ou doloroso levantar o braço, mesmo para fazer coisas rotineiras como escovar o cabelo ou se vestir.

Alguns pacientes com uma rotura do manguito rotador podem obter alívio da dor e melhorar a função através de tratamentos não cirúrgicos, incluindo repouso, modificação da atividade, medicamentos anti-inflamatórios, fisioterapia e injeções de esteróides. Entretanto, o ideal é procurar um especialista de ombro e cotovelo para avaliar qual o melhor tratamento para o seu caso.

Se esses tratamentos não proporcionarem alívio da dor, pode ser necessária uma cirurgia para reparar o manguito rotador rompido.

Dormir mal pode agravar a dor no ombro.

Embora as pessoas muitas vezes demorem a procurar um médico por causa de dor no ombro, os distúrbios do sono são, muitas vezes, o que os leva a procurar ajuda.

Encontrar posição para dormir pode ser um desafio com a dor no ombro, porque a maioria das posições causa desconforto grave.

dores no ombro para dormir

dores no ombro para dormir

Além do desconforto a falta de sono atrapalha o cotidiano dos pacientes e ainda pode prejudicar a recuperação.

Exercícios podem ajudar ou agredir seus ombros.

A melhor forma de manter os ombros saudáveis e evitar lesões é mantê-lo forte e flexível, no entanto, é importante se concentrar nos exercícios corretos.

Técnicas ruins de exercício podem causar estragos em seus ombros.

Eu vejo pacientes o tempo todo em academias, fazendo exercícios com os braços estendidos, longe de seus corpos e movimentos que não são executados corretamente.

O crossfit também costuma ser um grande problema atualmente. Devido a velocidade e explosão que os movimentos precisam ser executados, bem como movimentos não executados corretamente podem ocasionar lesões significativas nos ombros.

crossfit tem sido uma dos maiores fatores de lesão nos ombros

Crossfit não executado com as técnicas corretas pode ocasionar lesões nos ombros

O uso de faixas elásticas de resistência em vez de pesos, e manter os cotovelos dobrados a 90 graus para exercícios de fortalecimento do ombro são dicas preciosas para evitar lesões.

Cirurgia pode ser necessária para lesões mais graves

Entretanto, nem sempre a cirurgia é recomendada para estas lesões. É necessário avaliar uma série de fatores, desde a idade e estilo de vida até os sintomas que o paciente sente no dia a dia.

Por exemplo, um paciente triatleta com lesão slap.

Ressonância magnética demonstrando uma lesão SLAP

Ressonância magnética demonstrando uma lesão SLAP

Pacientes com atividade esportiva intensa e lesões SLAP podem ser tratados de modo não cirúrgico inicialmente. Um estudo internacional recente, demostrou que até 70% dos pacientes com atividade esportiva de alta performance melhoram com o tratamento clínico.

Adotamos uma linha mais conservadora e iniciamos o tratamento fisioterápico para alívio da dor e posteriormente para alongamento e fortalecimento dos ombros com o objetivo de melhorar e estabilizar a movimentação da articulação glenoumeral (entre o úmero e a escápula) e escapulotorácica (entre o tronco e a escápula).

O paciente também deve ser orientado como realizar corretamente os exercícios na musculação ou atividade física. Por exemplo, não trabalhar com os ombros em abdução acima de 90 graus e com rotação externa máxima é uma dica valiosa.

Retornar de modo gradual para a atividade esportiva, sempre sob a supervisão e auxílio de um profissional de educação física.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta