CrossFit e lesões no ombro e cotovelo

lessoes-crossfit

O CrossFit é o método de treinamento que mais ganha adeptos no mundo atualmente. É um programa de atividade física que utiliza força, velocidade, concentração, flexibilidade e condicionamento cardiorespiratório em movimentos funcionais e feitos em alta intensidade.

São mais de 250 exercícios disponíveis, portanto raramente existe repetição, o que torna a atividade dinâmica e muito atraente.

O Crossfit surgiu nos Estados Unidos, na década de 1980, criado pelo treinador Greg Glassman. O modelo de treinamento foi adotado pelas forças armadas americanas para melhorar o condicionamento físico dos seus soldados. No início dos anos 2000 foi difundido pelo mundo e adotado por vários praticantes de atividade física.

crossfit_1

A sessão típica do CrossFit dura 60 minutos e é dividida em três etapas:

  1. Aquecimento e Alongamento – Exercícios leves para aquecer e alongar os músculos;
  2. Still ou técnica;
  3. Workout of the day (WOD) – exercícios com maior força e carga;

A prática exige que se alavanque os pesos para cima, em movimentos chamados de lifting. Esse esforço no ombro ou cotovelo acarreta um estresse nas articulações e um impacto maior do que a musculação.

Sessenta e cinco por cento das lesões do aparelho locomotor associadas ao Crossfit são no ombro ou cotovelo.

No ombro podemos ter as seguintes lesões: lesão do manguito rotador, SLAP, luxações do ombro e osteólise da clavícula distal. E no cotovelo: epicondilite lateral e medial, tendinite e ruptura biceps distal.

crossfit_2

É importante buscar sempre a mecânica correta dos exercícios e ficar atento a postura. Para depois evoluir na quantidade dos pesos e na velocidade do movimento. Respeite o seu limite.

Portanto, procure um profissional habilitado para ministrar um treino adequado a seu corpo e condicionamento físico. E caso tenha dor no ombro ou cotovelo, procure seu médico ou um especialista de ombro e cotovelo para uma avaliação adequada.

Bom treino!